terça-feira, 11 de outubro de 2011

Absolutamente Nada

Tudo tá tão igual... assim como eu deixei.

A chatice está de volta.
É chato sentir que tudo a sua volta se torna chato.

Ah, nunca mais precisei pegar o ônibus do demônio...
Até peguei um dia aí, levei cusparada e tudo... olhei para um lado, uma véa com catinga; para o outro, um véio com perfume (?) de laranja. Mais uma vez me vi uma personagem da Guernica de Pablo Picasso. É.

Chegando fim do ano e estresse também.

É ruim quando as sombras voltam, não é? E mais ainda quando novos fantasmas chegam...
Bom, hoje foi totalmente inútil. Tanto a postagem quanto o dia.
Só pra não dizer que não postei.

Um comentário:

'Lara Mello disse...

Mas temos momentos assim o tempo todo, calma, sua hora vai chegar ^^