domingo, 17 de julho de 2011

Mistério

O outono e toda a sua nostalgia. Tempo de reflexão, tempo de necessidade de solidão.
Eu queria entender o outono, queria entender o motivo filosófico da queda das folhas... Queria entender porque no fim de tarde a gente sente um aperto no coração, é sempre assim; e o outono é sempre igual, as folhas caem no quintal.

Eu queria saber porque o sol laranja nos faz querer paz, porque o céu azul nos faz querer mais, porque a noite densa nos faz querer aconchego, porque a chuva forte lá fora nos deixa a quietude, porque o mar azul nos traz felicidade, porque um dia vitorioso nos faz querer ir a boate, porque voz e violão adentram o coração; queria entender porque uma ligação muda o seu dia, porque uma palavra muda a sua vida, porque a fé move o homem, porque tudo acontece tão simultaneamente, tão de repente...

A natureza é tão complicada quanto quatrocentos mil cáculos de Ponte de Wheatstone.
A vida é tão misteriosa que até hoje tem gente que não sabe o que é o amor.
A fé move o homem, sim. Mesmo aqueles que não crêem em nenhuma entidade, mas crêem nos mistérios da vida.

N. Suarez

Um comentário:

'Lara Mello disse...

NOSSA! Que blog mais sua cara que estar agora??!! Tem tudo haver contigo, agora sim, A MULHER de 18 anos! \o/ Adorei, essa foto do perfil então.. Ai, ai, uma loucura!
Olha, não sei dos mistérios, mas sei que o outono logo acaba e agente sobrevive, para viver a linda primavera!! Amei tudo por aqui! :)